Tireoide

Tireoide – Hipertireoidismo e Hipotireoidismo

A tireoide é uma glândula muito importante localizada no pescoço, e produz hormônios responsáveis pelo metabolismo, síntese de proteínas, controle da atividade cardiovascular e do e desenvolvimento de todo o corpo e do cérebro.

Essa glândula também atua na atividade sexual, no sono, disposição e até nos nossos pensamentos e raciocínio.

A tireoide pode sofrer uma série de doenças como hipotireoidismo ( baixa produção de hormônios) hipertireoidismo ( produção excessiva), bem como nódulos e câncer.

Tratamos de hipotireoidismo, hipertireoidismo, tumor de tireoide, tumor de paratireoide, e das demais doenças da tireoide e da paratireoide.

Com base no papel da tireoide em nosso corpo podemos identificar alguns sintomas que podem indicar problemas na glândula. Veja abaixo alguns sinais de desregulação do funcionamento da tireoide.

1. Súbita perda ou ganho de peso

Perda de Peso Hipertireoidismo Hipotireoidismo

Conforme vimos, a tireoide atua no metabolismo. Logo anormalidades na tireoide poderão alterar a maneira que o corpo queima gordura e usa a energia. Hipertireoidismo acelera o metabolismo, aumentando a queima de gordura e perda de peso; o hipotireoidismo faz o contrário – torna o metabolismo mais lento diminuindo a queima da gordura.

Logo, se você não fez nenhuma alteração no seu cotidiano em termos de alimentação e exercícios físicos, mas notou perda ou ganho de peso, atenção: pode ser um sinal de desregulação da tireoide.

A tireoide influencia até no nosso apetite.

2. Alterações no padrão de sono

Insônia

O hipertireoidismo aumenta a produção de hormônios tireoidianos resultando num estímulo excessivo do cérebro. Isso pode levar a problemas como insônia. Os workaholics de plantão podem achar interessante algumas horas extras no dia, mas a falta de sono pode levar ao envelhecimento precoce, aumento de peso, depressão, ansiedade e à piora geral do desempenho até no trabalho.

Já o hipotireoidismo, como sempre, é o oposto: vontade excessiva de dormir, às vezes em momentos inoportunos.

3. Piora do desempenho mental

Hipertireoidismo Hipotireoidismo

Como falamos anteriormente a tireoide influencia até nos nossos pensamentos. A baixa produção de hormônios da tireoide resulta num raciocínio mais lento. O aprendizado, resolução de problemas, a capacidade de tomada de decisão e a própria criatividade são prejudicadas pelo hipotireoidismo. Perda de memória também é um sintoma.

O hipertireoidismo, por outro lado, acelera o fluxo de pensamentos (várias coisas ao mesmo tempo), mas a um custo alto: a perda de foco. Já está mais do que provado que o que importa não é o número de pensamentos que temos, mas sim a qualidade deles. Daí vem o valor das grandes ideias, da criatividade, das artes, de uma estratégia inovadora de negócio, etc… Além disso, um fluxo desenfreado de pensamentos pode levar a problemas como fadiga mental e ansiedade.

4. Mudanças nos níveis de energia

Energia Hipertireoidismo Hipotireoidismo

De maneira análoga com o que vimos no desempenho mental, os níveis de produção de hormônios da tireoide também influenciam na nossa disposição e energia ao longo do dia.

O hipotireoidismo reduz a nossa disposição, ânimo, resistência ao cansaço. Ele fornece mais energia, mas à custa de uma carga exagerada sobre o corpo que pode levar à fadiga e desgaste corporal, prejudicando a saúde. A fraqueza muscular também é um sintoma do excesso de produção de hormônios.

5. Redução da tolerância ao calor e ao frio

Menopausa

A intolerância ao frio pode ser um sinal de hipotireoidismo. Já a intolerância ao calor e o suor excessivo podem indicar hipertireoidismo. Os hormônios da tireoide influenciam até na temperatura do nosso corpo: isso se deve ao papel da tireoide no metabolismo, no sistema cardiovascular, consumo de oxigênio e no fluxo de sangue no corpo. Logo, se seu comportamento com relação à temperatura do ambiente está mudando, e você ainda é jovem demais para a menopausa ou andropausa, isso pode ser um sinal de alterações na tireoide.

6. Alterações no ciclo menstrual

Menstruação atrasada

Pequenas alterações – de alguns dias – de um mês para o outro são normais. Porém alterações maiores e constantes e acompanhadas de um fluxo maior do que o normal são sintomas de hipotireoidismo. Em algumas situações tanto o hipertireoidismo quanto o hipotireoidismo podem “sumir” com a menstruação por longos períodos de tempo fazendo com que a mulher ache que está entrando na menopausa. Qualquer mudança no ciclo menstrual é prejudicial à saúde: consultar um médico é altamente recomendável.

7. Infertilidade

Infertilidade Hipertireoidismo Hipotireoidismo

De maneira geral a tireoide acaba atuando no ritmo de produção de diversos hormônios no corpo. Como visto acima uma tireoide desregulada pode alterar o ciclo menstrual. E também pode prejudicar a fertilidade. Veja nossa página sexualidade e fertilidade para mais informações sobre o tema.

8. Modificações na libido e desempenho sexual

Sexualidade e Fertilidade

Anomalias na tireoide podem resultar em alterações na libido tanto em homens quanto em mulheres. O hipotireoidismo diminui a produção de hormônios ligados à sexualidade como a testosterona e o estrogênio. O hipertireoidismo também acava prejudicando a vida sexual por causa da consequente ansiedade e irritabilidade. Logo, frigidez e falta de interesse em sexo por parte das mulheres e a impotência e redução da libido nos homens podem ser sinais de problemas na tireoide.

9. Queda de cabelo

Cabelo Hipertireoidismo Hipotireoidismo

Nem os cabelos escapam da influência dos hormônios da tireoide. Ela atua até no crescimento dos fios do couro cabeludo, das sobrancelhas. Problemas hormonais, além de diminuir o crescimento dos fios, torna-os frágeis e quebráveis. Assim, o pouco cabelo que cresce ainda é quebrado facilmente, perde o brilho e é pouco saudável.

10. Osteoporose e osteopenia

 

Osteoporose Hipertireoidismo Hipotireoidismo

Tanto o hipertireoidismo quanto o hipotireoidismo podem desregular a fixação de cálcio. Esse fenômeno também tem ligação com a queda de cabelo que explicamos anteriormente, bem como com unhas quebradiças Dessa maneira a osteoporose e osteopenia, que são decorrentes da fragilidade dos ossos, também são sintomas de desordens na tireoide.

11. Constipação e diarreia

Constipação Hipertireoidismo Hipotireoidismo

A tireoide também tem influência na regulação do intestino. O hipotireoidismo pode causa constipação, enquanto o hipertireoidismo causa diarreia. Mudanças em seus hábitos no banheiro também são sinais de desordens da tireoide.

12. Alterações no batimento cardíaco

Taquicardia - Hipertireoidismo Hipotireoidismo

Esse é um dos sintomas mais importantes. Conforme falamos a tireoide atua também na regulação dos batimentos cardíacos. Como você pode esperar, a hipotireoidismo reduz a frequência dos batimentos, enquanto o hipertireoidismo aumenta. Essa “taquicardia” de uma tireoide ativa demais tem relação com a sensação de ansiedade.

 

13. Tremores, agitação

Hipertireoidismo tremor

Sintomas de hipertireoidismo, os tremores são consequencia da ansiedade e aceleração geral do corpo. Ocorrem especialmente nas mãos. O aumento dos níveis dos hormônios da tireoide podem tornar a pessoa mais agitada, elétrica e inquieta.

 

14. Oftamologia de Graves

Oftamologia Graves Hipertireoidismo tireoide

O hipertireoidismo pode gerar inflamações e aumento de lípidios na parte posterior do globo ocular que deslocam as órbitas oculares mais para fora. Essa condição causa ressecamento dos olhos, dores ao movimentá-los, sensibilidade à luz e irritabilidade.

 

15. Outros sintomas

Tireoide

O problema de falar sobre tireoide é que essa glândula possui um poder tão grande em todo o corpo que acaba resultando numa extensa gama de efeitos. O hipotireoidismo pode baixa a produção de testosterona resultando em perda de massa muscular e aumento de peso. O hipertireoidismo acelera nossos pensamentos e sistema cardiovascular de tal forma que pode causar ansiedade, palpitações e depressão.

Todas as partes do corpo humano estão interligadas, e a tireoide tem um papel central na coordenação do corpo. Portanto é fundamental o acompanhamento de um médico bem preparado para essa glândula tão importante em nossas vidas.

Causas

Tireoide Hipertireoidismo Hipotireoidismo

As causas de anomalias na tireoide são várias.

Baixo consumo de iodo: era uma das causas mais comuns de hipotireoidismo em países pobres. Por esse motivo no Brasil é obrigatória a adição de iodo no sal de cozinha. Esse nutriente é fundamental para o funcionamento da tireoide.

Tireoidite de Hashimoto: É a forma mais comum de se adquirir hipotireoidismo. Trata-se de uma doença autoimune onde os anticorpos atacam a tireoide. É fortemente ligada à genética (histórico familiar).

Estresse: Algumas pessoas podem passar por situações extremamente estressantes na vida – que demandam um grande esforço do organismo e da tireoide – e acabar adquirindo o hipotireoidismo.

Doença de Graves: Também é uma doença autoimune, mas causa o hipertireoidismo. Os anticorpos estimulam os receptores da tireoide resultando num aumento da produção de hormônios.

Bócio multinodular tóxico: É um distúrbio que consiste na existência de muitos nódulos produtores de hormônio na tireoide, causando hipertireoidismo.

Hipertireoidismo pode virar hipotireoidismo: Geralmente vários anos de hipertireoidismo podem sobrecarregar a tireoide de tal maneira que ela “se cansa”, e acaba reduzindo sua capacidade de produzir hormonios. É bastante comum uma pessoa “transformar” hipertireoidismo em hipotireoidismo por essa razão.

Hipotireoidismo após remoção da tireoide: Em casos extremos de hipertireoidismo ou câncer é necessário realizar uma cirurgia de retirada da tireoide. Nesses casos acaba se desenvolvendo o hipotireoidismo.

Problemas congênitos: mal formação congênita pode resultar em anomalias da tireoide. O teste do pezinho é uma maneira de verificar se o bebê tem algum disturbio. Caso necessário se inicia imediatamente o tratamento.

Outras fontes de anomalia da tireoide são inflamações momentâneas e até o câncer.

Tratamentos

Endocrinologia e Ortomolecular Tratamento

O profissional indicado para o tratamento de problemas na tireoide é o endocrinologista.

Os tratamentos para hipotireoidismo incluem aumento de consumo de iodo, suplementação alimentar e reposição hormonal.

O hipertireoidismo pode ser tratado na maioria das vezes através de medicamentos que suprimem a produção de hormônios pela tireoide. Em casos mais graves utiliza-se o iodo radioativo, ou cirurgia.

Como a tireoide tem uma função poderosa em todo do corpo, a medicina ortomolecular pode atuar no reequilíbrio do organismo em conjunto com os tratamentos da tireoide.

Os endocrinologistas mais experientes também são capazes de rastrear e tratar até o câncer de tireoide e paratireoide.

Conclusão

Os sintomas do desequilíbrio da tireoide muitas vezes são sutis e se confundem com outros problemas de saúde. Não apenas isso: algumas pessoas podem se ver desmotivadas e cansadas frente a tanta corrupção, problemas econômicos e morais que o país sofre sem nem perceber que alterações na tireoide podem (também) estar causando esses efeitos.

Um bom profissional pode rapidamente detectar e tratar anomalias da tireoide. Diversas pessoas passam anos, às vezes décadas, com problemas de insônia, depressão, obesidade, desânimo e ansiedade até descobrir que a razão de tudo isso pode estar numa glândula no pescoço.

Não deixe que sua qualidade de vida e saúde sejam prejudicadas por tanto tempo. Caso verifique alguns dos sintomas que discutimos acima procure um médico e peça os exames.

Tratamos de hipotireoidismo, hipertireoidismo, tumor de tireoide, tumor de paratireoide, e das demais doenças da tireoide e da paratireoide. Marque uma consulta.

11 comentários em “Tireoide

  1. Gostaria de saber quanto custa uma cirurgia para remocao de nodulos na tireoide (remocao da tireoide)

    Curtir

  2. Sofro de hipotiroidismo há anos, sempre tomando o remédio que foi passado pelo endocrinologista, tenho 58 anos e contribuo com o INSS, será que eu posso me aposentar por sofrer de hipotiroidismo? É com certeza muito ruim no meu caso. Hipotireoidismo pode ser causa para aposentadoria?

    Curtir

    • Olá Anna,

      Não atendemos a nenhum convênio ou plano. A consulta é particular no valor de R$ 350,00, podendo ser paga no cartão de crédito em até 12 vezes.

      Existem planos de saúde que realizam reembolso mediante apresentação de recibo de consulta médica. Sugerimos que você verifique com o seu plano essa possiblidade.

      Ao solicitar consulta médica por e-mail, whatsapp, ou na secretária eletrônica, por favor informe na mensagem seu nome, telefone e se deseja atendimento no Rio de Janeiro ou Cabo Frio.

      E-mail: doutorapalmira@gmail.com

      Telefone Rio e whatsapp:
      (21) 96817-6506

      Telefone Cabo Frio:
      (22) 2643-1719
      (22) 98137-0745 (whatsapp)

      Curtir

  3. Olá Dra Palmira tudo bem,? Gostaria de saber se TB trata alergia. Descobri Hashimoto tem 2 anos e de lá pra cá tenho períodos muito ruins de alergia, não sei se tem a ver com imunidade. Já tomo medicamentos mas não está resolvendo muito. Aguardo sua resposta. Obrigada e abraços!

    Curtir

    • Hashimoto é uma doença autoimune. Pode estar associada com outras doenças autoimunes, alergias alimentares, especialmente alergia a glúten, porque o glúten e as células tireoidianas são muito parecidas.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: